Não Encontrou? Pesquise Aqui!

A Marca de uma lagrima

         O livro relata a história de uma adolescente de 13 anos chamada de Isabel. Nele, ela é convidada para a festa de aniversário de seu primo Cristiano e leva com sigo sua melhor amiga chamada Rosane.           

Na festa ela reencontra Cristiano a qual não via a mais de 3 anos e acaba se apaixonando por ele. 
Mas ele gostava de sua melhor amiga a  Rosana. Quando estavam dentro do salão um rapaz chamado Fernando se aproximou dela deu em cima dela. Mas ela não gostava dele e sim do Cristiano. Ao sair do salão acabou tropeçando e caindo devido toda bebida tomada por ela. De repente um vulto se aproximou dela e a beijou. A partir daí ela acordou pensando que quem a tinha beijado fora Cristiano.No dia seguinte ela recebeu uma ótima noticia. Que Cristiano iria estudar com ela. Ela ficou muito feliz ainda mais por que acabou de receber um bilhete de Cristiano que dizia:“’Priminha querida, preciso falarCom você. Onde poderemos conversarSossegado? Te adoro!” Cristiano                       

Seu coração explodia de felicidade. Nem imaginava isso. Ao bater o sinal para o recreio saiu em disparada para um lugar quieto, sem ninguém, mas encontrou Fernando no meio do caminho. Foi no laboratório de Química. Em seguida Cristiano Chegou. Falando um monte de frases bonitas fazendo-a pensar q estava mesmo apaixonado por ela. Mas em seguida veio sua decepção. Era por Rosana. Que o mesmo havia se apaixonado. E estava diante dela pedindo conselhos para ficar com Rosana. Ela não poderia negar, já que era seu primo e apesar de estar loucamente apaixonada por ele, teria que aceitar. E em seguida teria que ajudar Rosana.

O jeito encontrado foi de escrever poemas. Fingindo ser Rosana para dar para Cristiano. Após Cristiano receber um monte de poemas, ele decide pedir mais um favor para Isabel. Para ela escrever poemas para Rosana. Era uma tarefa difícil, mas afinal era seu amor que estava em jogo. Ela aceitou. Com isso Fernando conseguiu se aproximar dela. Logo eram bons amigos. Alguns meses se passaram e o namoro de Rosana e Cristiano já era perfeito.Na hora do recreio na escola Isabel acabou esbarrando com Fernando e ali ficaram os dois, de repente chegou o segurança da escola e os levou para secretaria já que estavam fora das salas de aula.

Quando foram entrar na sala da secretaria ninguém abria, as janelas estavam fechadas e a porta estava trancada. Ninguém respondia. Brucutu, o segurança, arrombou a porta. E ali estava a diretora. Morta caída no chão.  Quando chegou a policia foram fazer a pericia. Ela tinha se envenenado com linamarina.No entanto porque iria se suicidar?  Não haveria motivos lógicos para tal tragédia. Com a morte da diretora dona Olga assumiu a diretória da escola. No entanto Isabel não se conforma com a possibilidade de suicídio e resolve investigar. Ela e Fernando.Numa noite ela estava sozinha. Pensando porque a diretora se suicidará. Depois de muita investigação constatou que a diretora não havia se suicidado e sim que havia sido envenenada. Ela ligou para a professora Virginia e para Fernando para contar quem havia matado a diretora. Chegando La a professora Virginia ofereceu uns bombons.

Os mesmos que a diretora comera na sua morte. Como estava muito nervosa já havia tomado 2 comprimidos de calmante.Logo após das suas terem conversado dona Virginia retornou a sua casa e em seguida Isabel desmaiou. Só acordou duas horas depois com um vulto em sua frente. Era dona Virginia. Confessando o crime ela deu uma injeção em sua cabeça. Isabel desmaiou novamente. Muitos achavam que estava morta. Quando acordou sua mãe contou que um rapaz havia a salvo novamente. Teria quebrado uma garrafa na cabeça da professora antes de ela aplicar a injeção. Era novamente Cristiano. Ele havia ligado para os médicos quando ela desmaiou na primeira vez e agora novamente a salvou.Quando saiu do hospital teve uma enorme surpresa.

Cristiano havia sabido que ela era que escrevia aquelas cartas para ele e não Rosana. Eles tinham acabado. Foi correndo aos braços dele e por um momento ela se sentiu a mulher mais feliz do mundo. Mas como ele a salvou se só ficou sabendo do acidente agora? E cadê a cornetinha que ela sentiu na primeira vez que eles se beijaram? Não era aquele perfume o mesmo que ela havia sentido? Ela fazia essas perguntas toda hora. Em seguida largou Cristiano e foi correndo aos braços de Fernando. Era ele o homem quem salvou ela às duas vezes. Era ele o cara que ela beijou. E ali ficaram.