Melhorando o ambiente de trabalho

Cursinho Online

Melhorando o ambiente de trabalho, relacionado à empatia versus antipatia.

Os processos organizacionais modernos, ainda que embasados em tecnologia, são todos decorrentes e dependentes de relacionamento humano. Nesse contexto a noção de ‘empatia’ tem notável importância. Entretanto, para compreender sua abrangência, precisamos refletir sobre os sentimentos (ou fenômenos sociais, sim, porque só ocorrem na presença do outro) ‘antipatia’ e ‘simpatia’, que são correlatos e igualmente importantes, porque freqüentemente ocorrem juntos. Uma análise dos conceitos evidencia que: Antipatia = Vem do grego, ‘antipátheia’, também chegou à nossa língua e uso pelo latim, ‘antipathia’. Tem o seu significado, uso e aplicação a:
* Aversão espontânea e instintiva; repugnância.
* Com os significados de: 'em frente', 'de encontro a', 'ação contrária', 'oposição', 'contrariedade', 'contra': (antiácido, anticlerical, antidemocrático).
* Significa 'do, ou pelo lado oposto, ou face oposta'.
Os sentimentos de antipatia podem facilmente derivar em constrangimento, sabotagem, violência. Tem uma característica interessante porque, num primeiro momento, ocorre de forma imediata e gratuita, isto é, sem conhecer a outra pessoa. Só pode ser modificado pela interação e pela convivência. Empatia = Tendência para sentir o que sentiria, caso estivesse na situação e nas circunstâncias experimentadas por outra pessoa. Estado de “sintonia” emocional e cognitiva com outra pessoa, atingido, especificamente, através da compreensão da situação dessa outra pessoa a partir de dentro, ou seja, do que essa situação significa para ela. A empatia pode preceder ou não à simpatia. O papel da empatia é muito discutido, quer na nossa compreensão das outras pessoas, quer nas nossas respostas éticas. É uma projeção imaginativa dentro da situação de outra pessoa, especialmente para a apreciação de suas qualidades emocionais e motivacionais (o que motiva tal comportamento?). O contágio emocional, pelo qual alguém percebe a emoção visível de outra pessoa, às vezes inconscientemente e sem referência à sua causa ou ao seu “objeto”. A empatia foi considerada uma precondição do pensamento ético e a maior colaboradora para a união social e para o altruísmo, atribuição de estado mental, uso da linguagem e interpretação. Comportamento que nos leva a entender como a outra pessoa age ou pensar daquela maneira. Demonstra que concordamos com a pessoa (pelo menos a princípio). Quando usamos a empatia reduzimos a carga emocional, o que nos aproxima da pessoa e possibilita a explanação dos argumentos. Ao usarmos a empatia, o obstáculo permanecerá, pois ela apenas prepara para a aplicação de outros argumentos que superarão o obstáculo.
Exemplos de como usar a empatia:
* Acho que compreendo o que o senhor quer dizer...
* É impossível censurá-lo por...
* Entretanto, seu ponto de vista...
* Este é um pensamento perfeitamente natural...
* Este é um ponto importante a considerar...
* Isto me parece que sim, mas...
* Muita gente tem sentido o mesmo...
* Muitas pessoas pensam assim...
* Penso exatamente como você a esse respeito...
* Poderia parecer, entretanto...
* Posso apreciar sua opinião sobre este ponto...
* Posso perfeitamente entender-lhe o sentimento...
* Posso ver, à primeira vista, porque o senhor...
* Provisoriamente isto sugere que...
* Sem dúvida, você tem boas razões para pensar assim...
* Sim, compreendo sua posição...
* Suas razões, sem dúvida, são bem fundamentadas... Além dos comportamentos relacionados, há outros que podem ser usados independentemente de como esteja agindo a pessoa, pois são mecanismos que ajudam na conquista das pessoas ou na nossa aproximação. Elogio – quando cumprimentamos a pessoa por alguma coisa que ela se orgulha. Exemplo: seu filho é um excelente aluno. Nota: tem que ser verdadeiro!
Favor – quando, através de cuidados, amizade ou consideração pelo cliente, fazemos gentilezas, além da obrigação. Exemplo: “mais tarde eu vou passar próximo dali, se aceitar, posso levar o livro”.
Identificação – interesses comuns, tanto de natureza social quanto profissional, que servem para nos aproximar da pessoa. Exemplo: “coincidentemente, também gosto desse intérprete”. Nota: tem que ser verdadeiro!
Testemunha – palavras usadas para afirmar a aprovação dada por outras pessoas ao nosso produto / serviço / trabalho ou o resultado positivo conseguido por outro com o isso. Exemplos: “todos os egressos desse curso hoje ocupam posições gerenciais”. Nota: tem que ser verdadeiro! Aprendizagens possíveis:
* A capacidade de se colocar no lugar do outro;
* A percepção daquilo que as pessoas estão sentindo e passando;
* A habilidade de ouvir com carinho e atenção aquilo que estão nos comunicando através de palavras, gestos ou atos;
* Apreciar e respeitar as diferenças: pessoas, raças, culturas, filosofias, religiões, formas de pensar etc. A prática da empatia é de grande importância para a convivência saudável e harmoniosa entre as pessoas. É a verdadeira inteligência emocional em uso, o que é importante para as pessoas serem bem-sucedidas nos relacionamentos pessoais e profissionais.
 

comoseraprovada

Fale Conosco

SOSEstudante.com - Passos-MG

  • dummy(35) 4103-0707

  • dummy(35) 9.8429-9938

  • dummycontato@sosestudante.com

Compartilhe

Neste momento

Temos 112 visitantes e Nenhum membro online

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba as novidades sempre em seu e-mail.

© 2019 SOSEstudante.com. Todos os direitos reservados.

Pesquisar

On Screen Facebook Popup by Infofru

Receba sempre novidades via Facebook. Curta a nossa FanPage!!!

Close

On Screen Facebook Popup by Infofru

Receba sempre novidades via Facebook. Curta a nossa FanPage!!!

Close