O Naufrago e as terorias da comunicação

Cursinho Online

Náufrago é mais do que um filme. É uma das maiores heranças da sétima arte para seus apreciadores, exibindo uma jornada de esperança coragem e sobrevivência. Tom Hanks nos presenteia com uma das melhores atuações já vistas na tela. Ele é Chuck Noland, um engenheiro de sistemas da Fedex que sofre um acidente e se vê abandonado em uma ilha remota.
A obra-prima de Robert Zemeckis faz-se de grande relevância para estudantes de Psicologia e Comunicação dado que elementos primordiais do filme condizem com processos estudados nestas áreas. Com o foco no campo da Comunicação Social, percebemos a importância de comunicar-se baseando no exemplo de Chuck, um homem social, acostumado a relacionar-se constantemente que de repente se vê isolado de tudo e todos.

No início do longa, percebe-se a dependência de Chuck da comunicação interpessoal na sua profissão. A todo tempo ele usa a linguagem para dar ordens, orientar e cobrar o máximo de agilidade de seus funcionários. O personagem é alguém de extrema atividade, sua vida é demarcada em todos seus horários pelo relógio. Ocupado demais e obrigado a restringir ao máximo seus compromissos pessoais, ele deixa a namorada com a promessa de que voltaria logo e num acidente catastrófico, sua vida corrida é interrompida num lugar sem pagers, agendas ou celulares.

Desde então batalha para manter-se respirando. É interessante notar nesta luta do protagonista uma inversão na transformação humana. Se na história do ser humano registra-se uma evolução gradual do seu estado de natureza para a vida em sociedade e conseqüente criação de mecanismos de comunicação verbal e escrita, agora temos um homem no último estágio da evolução de uma sociedade sofisticada que precisa rapidamente tornar-se um selvagem para continuar vivo. Buscar água, criar instrumentos de caça, pescar, abrigar-se em cavernas e fazer fogo por meios naturais, são algumas conquistas deste indivíduo civilizado na sua lida com a natureza.

Apesar da sua adaptação a vida "pré-histórica" Chuck jamais conseguiria manter-se consciente na completa solidão. Neste ponto o filme torna-se um exemplo verídico da necessidade da comunicação na vida do ser. A loucura seria o provável fim do indivíduo que capacitado para um processo comunicativo complexo, não encontra ninguém às voltas para colocá-lo em prática. Neste momento brilhantemente entra em cena um novo coadjuvante de Holywood, a bola de voleibol que o náufrago batiza de Wilson. O companheiro inanimado tem suas expressões humanas pintadas por Chuck com seu próprio sangue, após um ferimento e é a peça fundamental de sua jornada.

No rosto simbólico de Wilson, Chuck cria um mecanismo para comunicar-se e evitar desta forma a loucura. No fundo sabia que estava falando com uma bola de vôlei no entanto, sem ela seria arremessado no desespero da solidão e perderia a razão. Wilson é mais uma das formas que encontrou para lutar com um mundo inóspito para um civilizado, reacendendo desta maneira a esperança de reencontrar a amada um dia.

A bola em termos psicológicos é parte de seu próprio eu, sua consciência que o reprime nos pensamentos negativos e desejos obscuros. Wilson possibilitava ao mesmo tempo a comunicação intrapessoal e interpessoal do personagem, tão necessária para sua sobrevivência.

Lançado fora de seu tempo e obrigado a dar um novo sentido a sua existência o náufrago traz lições profundas ao telespectador. O sentido metafórico da obra, indica o ser humano perdido em meio a dúvidas e acontecimentos, que precisa continuar a respirar, afinal a própria vida (na simbologia da maré) poderia trazer algo para que possamos combatê-la.
Enfim, por toda essa riqueza de detalhes "Náugrafo" é uma produção cinematográfica que merece ser vista e aclamada. Suas idéias ultrapassam o campo captado pelo senso comum e são constatadas por conhecimentos científicos, como a Comunicação Social. Mais do que promover o entretenimento, o filme permite profundas reflexões sobre o sentido da vida e da incontestável necessidade de expressão do homem social. Uma das artes que muitos apreciam desde seu surgimento é o cinema, em seu início era usado para o entretenimento do público, atualmente pode ser usado como uma forma de campanha de Marketing.

Saber das possibilidades que um filme possui em atrair milhões de espectadores é fundamental, alguns filmes colocam em seu elenco atores e atrizes reconhecidos mundialmente e de grande talento.
Também há casos em que um filme, pouco divulgado, foi um grande sucesso, devido ao Marketing boca a boca, um deles é o primeiro filme The Matrix (1999), com seus efeitos inovadores acabou vendendo a si mesmo e o efeito do sucesso mundial foram duas continuações, que exigiram um grande investimento em divulgação para atrair novamente os espectadores ao cinema.

Logicamente há filmes que são feitos para públicos distintos, mas em certos casos o visual não é exatamente um indicador de faixa etária, um exemplo é o filme Os Incríveis, uma animação mais voltada para o público adulto e mesmo assim classificado como filme infantil.

Existem casos em que o filme por si só é uma campanha de Marketing, o filme Náufrago, com Tom Hanks, em que a Fedex investiu muito e conseguiu colocar sua Marca em muitos momentos do filmes, mesmo em seu final, demonstrando que o lema da empresa é colocado na grande tela com a entrega de um pacote que ficara guardado.
Outro exemplo interessante é o filme O Terminal, também com Tom Hanks, em que tudo o que é visto pelo espectador foi montado exatamente para ser uma campanha de Marketing para cada uma das lojas que ali aparecem, este é um filme criado exatamente com este propósito.

O cinema é uma das fontes de arte e cultura dos povos, o Marketing também é uma arte, pois exige dedicação, investimentos e muito planejamento, além de estudos, mesmo que não esteja amplamente declarado, o cinema também estuda qual filme poderá ser lançado e qual é a melhor época do ano, até mesmo a exibição de Marcas em filmes é um ponto muito estudado pelas produtoras.

Enquanto houver público ambos ganharão, o consumidor terá entretenimento, o cinema continuará a ser uma vitrine e o Marketing capta a Informação para entregar, nas telas do cinema, os desejos e necessidades ao adeptos da sétima arte.Chuck Noland (Tom Hanks) é um engenheiro de sistemas da Federal Express (FedEx), cuja vida pessoal e profissional são controladas pelo relógio. Seu trabalho o leva, na maioria das vezes de um instante para o outro, para locais bem distantes - e bem longe de sua namorada, Kelly (Helen Hunt). Essa louca existência de Chuck termina abruptamente quando, depois de um acidente de avião, ele fica isolado numa ilha distante - um náufrago no ambiente mais desolado que se possa imaginar. Sem as conveniências da vida diária, primeiro ele tem que encontrar meios de suprir as necessidades básicas para a sua sobrevivência, incluindo água, comida e abrigo. Chuck, aquele que consegue resolver todos os problemas, acaba descobrindo como sobreviver fisicamente. Mas e depois?

Chuck começa sua verdadeira viagem ao enfrentar a provação emocional do isolamento. Após quatro anos, Chuck volta para a civilização como um homem profundamente mudado. Ele percebe que perder tudo o que tinha e o que achava que era importante foi a melhor coisa que poderia ter lhe acontecido. 

 Missão
A missão deve responder o que a empresa ou a organização se propõe a fazer, e para quem. O enunciado da missão é uma declaração concisa do propósito e das responsabilidades da sua empresa perante os seus clientes:- Por que a empresa existe?
- O que a empresa faz?
- Para quem?
O propósito é algo com muito mais significado do que a simples descrição do que é feito internamente; a missão retrata a verdade de que o resultado da empresa é maior do que a soma das partes do que é feito.Visão
O enunciado da visão é a descrição do futuro desejado para a empresa. Esse enunciado reflete o alvo a ser procurado:- pelos esforços individuais;
- pelos esforços das equipes e
- pela alocação dos recursos.O enunciado da visão deve conter tanto a aspiração, como a inspiração. A aspiração de tornar-se "algo", e a inspiração porque esse "algo" deve merecer e valer a pena ser concretizado, deve-se sentir orgulho em participar da construção dessa visão. Ou seja, deve ter luz suficiente (inspiração) para apontar o caminho que leva à concretização da aspiração, como diz o meu guru Alan Weiss.A visão precisa ser prática, realista e visível (nós não alcançamos aquilo que nós não vemos), pois não passará de uma mera alucinação, se ela sugerir ou propor resultados inatingíveis.Visão, também não tem nada a ver com projetos ou sistemas, que devem, ou se sonha ver implantados, a visão não deve apontar quaisquer "comos", ou declarações de intenções ou ainda de boa vontade; mas sim, o perfil que a empresa deve se tornar quando toda a boa vontade, intenções e projetos, que se tem na cabeça e no coração, passarem pelas mãos para se tornarem realidade.O enunciado da visão, além dos aspectos de aspiração e inspiração, de ser prática, realista e visível deve facilitar a resposta às seguintes perguntas:- No que a empresa quer se tornar?
- Qual a direção é apontada?
- Onde nós estaremos?
- O que a empresa será?
- Em que direção eu devo apontar meus esforços?
- Eu estou ajudando a construir o que?
- Os recursos investidos estão levando a empresa para onde?
Valores
Você me pergunta:

- "E os valores?"Valores são princípios, ou crenças, que servem de guia, ou critério, para os comportamentos, atitudes e decisões de todas e quaisquer pessoas, que no exercício das suas responsabilidades, e na busca dos seus objetivos, estejam executando a Missão, na direção da Visão.Os valores também podem ser vistos como um conjunto de crenças, ou princípios, que:

- definem e facilitam a participação das pessoas no desenvolvimento da Missão, Visão e dos próprios Valores;
- definem e facilitam a articulação da Missão, Visão e Valores;
- facilitam no comprometimento entre os empregados;
- facilitam o comprometimento dos empregados com o mercado, e
- facilitam o comprometimento dos empregados com a comunidade e a sociedade.
O enunciado de cada valor deve ser curto. Os valores são inegociáveis, e os mais perenes de uma empresa.O conjunto de valores deve definir a regra do jogo, em termos de comportamentos e atitudes, devendo conter um subconjunto das respostas às perguntas abaixo:- Como os empregados devem se portar, individualmente?
- Como os empregados se relacionam entre si?
- Como os empregados se relacionam com os clientes?
- Como a empresa trata seus clientes?
- Como a empresa faz negócios?
- Como nos relacionamos com a comunidade?
- Qual a nossa responsabilidade frente à sociedade?
- Que valores, crenças ou princípios são importantes para a empresa?
Resumidamente, os valores:- Definem as regras básicas que norteiam os comportamentos e atitudes de todos empregados.
- São as regras do jogo para que, executando a Missão, alcancemos a Visão.
- São o suporte, o estofo moral e ético da empresa.
E finalmente, mas não finalizando: a construção de um conjunto de Missão, Visão e Valores, só é útil se a prática do dia a dia, do presidente ao porteiro, mostra e demonstra ser esse o conjunto de regras que regem a conduta do pessoal da sua empresa.Caso contrário, é pura perda de tempo, pois se o que se diz e o que se prega, é diferente do que se faz; a Missão, a Visão e os Valores tornam-se somente um apanhado de letras, caindo no vazio da rotina.Por fim, o conjunto Missão, Visão e Valores serve também para facilitar e promover a convergência dos esforços humanos, materiais e financeiros.A Missão, Visão e Valores é a forma de você estar lá, presente em cada Hora da Verdade da sua empresa, sem precisar ir para lá.Então, que tal começar a construir, a edificar, a construir a Missão, Visão e Valores da sua empresa, mesmo que seja a VOCÊ S.A.

comoseraprovada

Fale Conosco

SOSEstudante.com - Passos-MG

  • dummy(35) 4103-0707

  • dummy(35) 9.8429-9938

  • dummycontato@sosestudante.com

Compartilhe

Neste momento

Temos 76 visitantes e Nenhum membro online

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba as novidades sempre em seu e-mail.

© 2019 SOSEstudante.com. Todos os direitos reservados.

Pesquisar

On Screen Facebook Popup by Infofru

Receba sempre novidades via Facebook. Curta a nossa FanPage!!!

Close

On Screen Facebook Popup by Infofru

Receba sempre novidades via Facebook. Curta a nossa FanPage!!!

Close