Segurança e rede

Cursinho Online

A polícia ajuda na segurança pública, patrulham junto as leis que asseguram a ordem pública a corporação incumbida de a manter.   
Para vencer esses conflitos foram criadas regras que, se obedecidas, minimizam as pendências. Para gerenciar essas regras, se fizeram necessários mecanismos que variam de acordo com o tamanho da sociedade.
Numa sociedade tribal, o chefe do clã tem condições para administrar as regras e fazê-las cumprir. Na medida que a sociedade cresce, porém, passa a ser imperiosa a ação de agentes de coerção mais eficazes, pois a partir de certo momento, as ações dos indivíduos não podem ser controladas apenas por um chefe. É nesse momento que surge a organização que se chama Polícia.
Em 1904 o então Secretário da Justiça propôs a criação da polícia de carreira, mas só em 23 de dezembro de 1905, no Governo de Jorge Tibiriça,  é que a medida foi efetivada, cabendo a Washington Luís Pereira de Sousa, na época Secretário da Justiça, as primeiras providências para organizá-la. Com o advento dessa lei, a polícia passou a ser dirigida por um Chefe de Polícia, mas sob a superintendência-geral do Titular da Pasta da Justiça.   Em 1906 o cargo de Chefe de Polícia foi extinto, e a polícia ficou subordinada à Secretaria dos Negócios da Justiça e da Segurança Pública, então criada. Em 1927, foi reorganizada essa Secretaria, criando-se a Repartição Central da Polícia, à qual ficaram subordinados os diversos órgãos policiais. E em 1928 foi editado o Regulamento Policial, consolidando as disposições pertinentes ao serviço policial.  A Corregedoria da Polícia Civil apura denúncias de corrupção e Mas a sociedade, gerando interações, gera também conflitos.Outras irregularidades na conduta de policiais civis.       

A palavra chave e seguro que é amparo garantido ,contrato aleatório  em que uma das partes se obriga a indenizar a outra de um perigo ou prejuízo eventual.  

Está em franco debate público a questão da (in)Sustentabilidade da Segurança Social, com propostas de solução a saltarem de vários lados, desde Governo, partidos políticos, movimentos, etc.

Infelizmente, este debate tem enfermado por uma gigantesca cegueira colectiva, uma vez que apenas o Primeiro-Ministro trouxe a questão da dramática baixa taxa de natalidade para a mesa no passado dia 27 de Abril ao referir, na Assembleia da República:

Em quarto lugar, as políticas públicas não podem continuar alheias aos problemas da evolução dramática da natalidade. Precisamos de mais incentivos à recuperação da natalidade. E a Segurança Social deverá aqui desempenhar um papel, no contexto de uma política mais alargada para a família. É por essa razão que proporemos que a taxa contributiva dos trabalhadores varie, ainda que moderadamente, em função do número de filhos. Afinal, é da riqueza criada pelas futuras gerações de trabalhadores que resultará a garantia dos rendimentos na velhice dos futuros pensionistas. Não há, evidentemente, soluções mágicas para este problema. Mas esta é, sem dúvida, uma mudança justa e que aponta no bom sentido. 

Pior: as propostas do Governo de "incentivos à natalidade" foram chumbadas no Conselho de Concertação Social, que acordou em debater as outras questões, adiando para "mais tarde" a discussão sobre os referidos "incentivos"! É como tentar evitar-se que um navio que está a meter água vá ao fundo adiando-se para "mais tarde" a reparação dos rombos!

Como se isto não bastasse, parece que se está a ignorar que não é apenas uma questão da Segurança Social, mas de (in)sustentabilidade do próprio país!

Da mesma maneira que um número crescente de escolas se têm tornado insustentáveis por falta de alunos (e fecham) e maternidades se tornaram insustentáveis por falta de bebés (e fecham), o país não será sustentável com a continuada redução de população activa derivada do cada vez maior défice de natalidade.

comoseraprovada

Fale Conosco

SOSEstudante.com - Passos-MG

  • dummy(35) 4103-0707

  • dummy(35) 9.8429-9938

  • dummycontato@sosestudante.com

Compartilhe

Neste momento

Temos 163 visitantes e Nenhum membro online

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba as novidades sempre em seu e-mail.

© 2019 SOSEstudante.com. Todos os direitos reservados.

Pesquisar

On Screen Facebook Popup by Infofru

Receba sempre novidades via Facebook. Curta a nossa FanPage!!!

Close

On Screen Facebook Popup by Infofru

Receba sempre novidades via Facebook. Curta a nossa FanPage!!!

Close