Resumo A esperança por um fio - Menalton Braff

Resumo do Livro A esperança por um fio - Menalton Braff.

Resumo A esperança por um fio - Menalton Braff
A Esperança por um Fio

A estréia do romancista Menalton Braff - o grande vencedor do prestigiado prêmio Jabuti, em 2000 - na literatura juvenil apresenta uma obra que poderia ser considerada, de forma apressada, de natureza pessimista.

Em A esperança por um fio, porém, o que os leitores encontram é uma história repleta de fatos realisticamente aflitivos, mas que têm o dom decisivo de amadurecer o jovem personagem central, Artur.

Artur não é um ser com uma coragem fora do comum. Ao contrário, é um ser humano de carne e osso’, comenta o autor de A esperança por um fio. A coragem é adquirida no transcurso de fatos dramáticos, como a séria doença do pai que muda a rotina de sua vida.

Narrando sua própria história, o adolescente nos conta que seu pai é vítima de um aneurisma e sobrevive graças à ajuda de aparelhos numa UTI. Com sérias dificuldades financeiras, a família é obrigada a mudar-se da capital para o interior.

O único alento de Artur nessa mudança é a possibilidade de estar mais próximo da prima, sua paixão secreta. Mas ele descobre que ela já tem namorado. Para complicar, a esperança de Artur pela recuperação do pai é abalada ainda mais quando tia Rute sugere que se faça a eutanásia.

Artur precisa estar à frente dos acontecimentos e mostrar, sob o risco de se perder pelo caminho, que tem condições de dar conta das cobranças que a vida lhe faz.

Na verdade, o primeiro trabalho de Menalton Braff no campo literário juvenil tem um caráter bastante otimista. Mostra que infância e adolescência são paradas obrigatórias de uma longa estrada. O futuro, imprevisível, exige que nos preparemos para enfrentá-lo adequadamente.