A bela adormecida

Naquele grande reino, ao nascer um novo dia, nasceu também uma princesa, a quem puseram o nome de Aurora. 

Para o baptizado foram convidadas três fadas madrinhas: FLORA, FAUNA e PRIMAVERA.

A meio dos festejos, FLORA concedeu à princesa o dom da beleza; FAUNA, o da música. E quando a fada PRIMAVERA se acercava do berço, para também fazer a sua oferta, foi subitamente ultrapassada pela bruxa MALÉFICA, que ninguém tinha convidado, e que gritou:

-Quando fizeres dezasseis anos vais picar-te no fuso de uma roca e morrerás!

E dando uma enorme gargalhada desapareceu no ar...
Estarrecidos, os reis suplicaram a PRIMAVERA que rompesse o feitiço.

-Não tenho poderes para isso, apenas posso torná-lo mais suave, respondeu a fada.

E aproximando-se da princesa disse-lhe:

-Não morrerás...adormecerás profundamente, até que um beijo de amor te desperte!

Os anos passaram e Aurora cresceu e transformou-se numa bonita jovem, vivendo no bosque, sempre sob os cuidados atentos das três fadas. Ao completar dezasseis anos, estas levaram-na para o castelo, para junto dos pais.

Ficou deslumbrada! Percorreu todas as alas e, numa delas, encontrou uma velha (a bruxa MALÉFICA disfarçada!) que estava a fiar numa roca, e lhe pediu ajuda. Aurora, boa como era, não foi capaz de dizer que não. Mas mal tocou na roca, picou-se, e caiu no chão profundamente adormecida.

Quando as três fadas, que já haviam regressado ao bosque, souberam do sucedido, resolveram encantar o castelo. Todos adormeceram nos lugares onde estavam, o rei, os músicos, os cortesão, os criados, até o bobo da corte e as aias e os cavaleiros! O tempo ali como que parou.

Decorridos cerca de cem anos, um dia, andando à caça, um belo príncipe calhou passar na floresta e viu o castelo. Intrigado por não avistar ninguém, resolveu entrar.
Na torre mais alta a linda princesa dormia.

Quando encontrou Aurora, o príncipe, maravilhado com tanta beleza e com o ar bondoso dela, beijou-a com todo o amor.

O feitiço desfez-se! Aurora acordou. E acordou o rei. E a rainha também. E acordou toda a corte. E a alegria voltou ao castelo, e fizeram-se grandes festejos, com música e danças por todo o lado.

 

Pesquisar

Compartilhe

Neste momento

Temos 113 visitantes e Nenhum membro online

Newsletter

Assine nossa Newsletter e receba as novidades sempre em seu e-mail.

© 2019 SOSEstudante.com. Todos os direitos reservados.

Pesquisar