Resumo sobre a Guerra dos 100 anos

Trabalho pronto escolar de história sobre a Guerra dos 100 anos.

 111
Resumo sobre a Guerra dos 100 anos

Essa guerra durou mais do que o próprio nome diz: 116 anos. Ela iniciou-se em 1337 e acabou em 1453. Isto foi um conflito entre a França e a Inglaterra, por motivos econômicos e políticos. 

Em 1066, um francês invadiu a Inglaterra com seu exército, derrotou os ingleses e tornou-se rei. Ficou conhecido como Guilherme, o Conquistador. Além de ser rei da Inglaterra, ele era senhor feudal na França, onde esta situação ficou mantida pelo seus herdeiros durante séculos. 

Em 1328, o rei da França, Carlos IV, morreu sem deixar herdeiros. Eduardo III era o atual rei da Inglaterra e sobrinho de Carlos IV, candidatou-se ao trono da França. Mas os franceses não aceitaram que a mesma pessoa fosse rei da Inglaterra e ao mesmo tempo da França e, por isso, apoiaram Filipe de Valois para assumir o trono de Carlos IV; e foi o que ocorreu. Filipe, em represália, confiscou as propriedades do rei inglês na França. Sendo que Eduardo III, muito irritado, declarou guerra. 

A França, por sua vez, também pretendia dominar a rica região de Flandres, que pertencia a Inglaterra, pois era uma área de atividade têxtil. Se a França domina-se o local, não precisaria mais comprar lã da Inglaterra. Este foi o outro motivo que levou a guerra, sendo que uma mulher chamada Joana D'arc destacou-se organizando um exército em defesa à França. Joana foi capturada pelos ingleses e queimada em praça pública. 

Logo após este fato, os franceses conseguiram expulsar os ingleses de seu território, sendo que a guerra estava enfraquecida e chegou ao seu final, pois chegou ao ponto de os dois lados (França e Inglaterra) terem perdidos muitos homens e armas.