Trabalho Pronto - A Vida das Estrelas

Nada no universo permanece imutável, e as estrelas não são exceção.

 690
Trabalho Pronto - A Vida das Estrelas
Estrelas

Mas não podemos ver uma estrela mudando, porque ela vive por bilhões e bilhões de anos. A origem de todas as estrelas são nuvens de gás e poeira que lentamente se formam de átomos espalhados no espaço. As estrelas nascem em grupos, a maior parte dos quais se divide, mas outras são mantidas juntas pela gravidade.

O resto da vida de uma estrela depende da sua massa. Quanto mais massa, mais rapidamente ela usa o combustível hidrogênio, e mais curta e tempestuosa a sua vida. Algumas são simplesmente tão enormes que explodem. Mas a maioria, como o nosso Sol, tem um período estável de vida, brilhando firmemente.

Estágios na vida de uma Estrela: O Sol começou sua vida em um grupo de estrelas, hoje está sozinho. Os desenhos aqui representam seu ciclo, de uma jovem estrela, passando por sua fase atual, como estrela brilhante e estável, e chegando a sua futura morte, como uma anã branca. As estrelas maiores do que o Sol são mais quentes e gastam combustível mais rapidamente, por isso são menos estáveis.

Aglomerado Estelares: Dentro da Via Láctea estão concentrados grupos de estrelas chamados aglomerados estelares. Todas as estrelas em um aglomerado nasceram da mesma nuvem, são da mesma idade e inicialmente tinham a mesma composição.

Há dois tipos de aglomerados: abertos e globulares. Os abertos contêm algumas centenas de estrelas arranjadas aleatoriamente. Os aglomerados globulares contêm centenas de milhares de estrelas muito velhas arranjadas na forma de bola. São encontrados em uma enorme esfera ao redor do centro da Galáxia.

Estrela Partida: O brasileiro Augusto Damineli revela que sob a nuvem de gás e poeira que envolve a gigantesca Eta Carina não existe apenas uma, mas duas estrelas. É a dupla estelar mais poderosa já vista no Cosmo.

Monstros com a Eta Carina não se acham todos os dias no céu. Apesar de ser invisível a olho nu, pois está a 72 quatrilhões de quilômetros da Terra, ela emite, sozinha, tanta luz quanto 5 milhões de estrelas como o Sol.