Trabalho sobre Meiose

Resumo pronto de biologia sobre a meiose celular.

 271
Trabalho sobre Meiose
Meiose

Processo de divisão celular no qual células diplóides, ou seja, com dois lotes de cromossomos, dão origem a quatro células haplóides, com apenas um lote de cromossomos.

Essa forma de divisão possibilita a formação dos gametas (células sexuais). Nas células humanas diplóides existem 46 cromossomos. Por meio da meiose, elas passam a ter 23 cromossomos. No processo de fecundação humana acontece a união de dois gametas dos pais, resultando em um ovo com 46 cromossomos. A meiose é responsável pela diversificação do material genético nas espécies. A reprodução sexuada permite a mistura de genes de dois indivíduos diferentes da mesma espécie para produzir descendentes que diferem entre si e de seus pais em uma série de características.

A meiose ocorre em duas etapas, que, por sua vez, se subdividem em prófase, prometáfase, metáfase, anáfase e telófase. A fase que antecede a meiose é conhecida como interfase, quando os cromossomos da célula se duplicam e se apresentam como filamentos duplos, as cromátides.

Prófase 1 - Os cromossomos homólogos, ou seja, que possuem a mesma forma e constituição, juntam-se formando pares. Cada par de cromossomos é composto de quatro cromátides, ligadas por dois centrômeros, que são pontos que as unem. Nesse estágio existe uma recombinação do material genético, denominado permuta ou crossing over.

Prometáfase 1 - As cromátides tomam forma espiral. A membrana do núcleo desaparece, fazendo com que elas se espalhem no meio da célula.
Metáfase 1 - As cromátides encontram-se presas por um conjunto de fibras, denominadas fuso acromático.
Anáfase 1 - Os grupos de quatro cromátides separam-se em grupos de dois, sendo levados cada um deles aos pólos opostos da célula.
Telófase 1 - Os cromossomos condensam-se, e os pólos da célula reorganizam-se em dois novos núcleos. Logo depois a célula se divide em duas, dando fim à primeira fase.

A segunda fase da meiose é mais simples.
Prófase 2 - Os núcleos das duas células desaparecem e as cromátides espalham-se pelo citoplasma.
Metáfase 2 - O fuso acromático ocupa as regiões centrais, mantendo presas as cromátides na região equatorial da célula.
Anáfase 2 - O ponto que une os pares de cromátides se parte, dividindo-as. Cada um começa então a ser puxado para os pólos opostos.
Telófase 2 - Os cromossomos condensam-se, os núcleos reaparecem e o citoplasma, massa fluida dentro da célula na qual o núcleo está mergulhado, divide-se, dando origem a duas novas células.