Resumo sobre Michael Schumacher

Trabalho pronto escolar de Educação Física sobre Michael Schumacher.

 74
Resumo sobre Michael Schumacher

No dia 3 de Janeiro de 1969, foi um dia muito especial para Rolf e Elizabeth, pois nascia o primogênito da Schumacher, Michael. Naquela época, nunca eles podiam imaginar, que o futuro havia lhes guardado uma surpresa, e tão pouco imaginavam que seu filho viria a ganhar projeção mundial, como melhor piloto de Fórmula 1 dos últimos tempos. 

Rolf Elizabeth

Logo o pequeno Michael despertara interesse por velocidade mais ainda sobre duas rodas No Kart logo aos 12 anos, Michael disputa sua primeira corrida fora de seu país, em Luxemburgo, país europeu vizinho da Alemanha., Em 1989, é chamado para o time Junior da Mercedes, para pilotar um dos carros na Fórmula 3 alemã, e em seu primeiro ano de categoria, Shummy fica em 3º na colocação final, atrás apenas de Karl Wendliger e Frentzen. 

Karl Wendliger, Heiz Harald Fretzen e Michael Schumacher. 

No ano seguinte é campeão da categoria e começa a cobiçar um chance na Fórmula 1. Início na f-1 Após a conquista do título da Fórmula 3 alemã, em 1990, começaram a surgir propostas de testes em equipes da F1. A primeira a realmente dar uma chance a Schumi foi a Jordan em 1991, e como o desempenho atingido foi muito bom, Michael faz sua estreia oficial na categoria. 

Testes pela Jordan - Michael e Eddie Jordan 

No mesmo ano é chamado para Benetton, de Flávio Briattore, assina contrato até o fim da temporada, mas o bom desempenho mostrado em sua primeira temporada, onde acabou com 4 pontos conquistados, o dá a chance de uma nova temporada com a Benetton. 

Michael e Briattore - Temporada 91 - Benetton 

Em sua primeira temporada completa, ganha sua primeira corrida e Spa ( Bélgica ), e termina como 3º colocado no campeonato. 

Numa imagem comum na F1, Senna à frente de Schumi - Conselhos do ídolo Tri - campeão do mundo ( 1992 ). 

Em 93, Schumi termina em 4º colocado com 52 pontos, num ano de disputas acirradas entre Senna, Prost e Patrese. 

Benetton ( 1993 ) - Michael e Senna, mostrando que fora da pista tudo termina em uma grande amizade, apesar das grandes disputas dentro dela. 

Títulos 

A temporada 94, foi sem dúvida muito especial na vida de Schumi, num ano de tragédias na F1 como a morte de Ayrton Senna, em outro plano Schumacher havia se firmado no hall de campeões da F1. Seu maior adversário, que também até pouco tempo atrás, era seu ídolo, passa a confrontar-se direto com ele, Ayrton Senna, mas com prematura morte desse grande piloto, Michael passa então a ser o grande nome da F1, naquele ano.

Num momento em que todos discutiam a segurança na F1, Michael trabalhava, para se firmar campeão do mundo. Depois de uma difícil temporada conquista o título Mundial de Pilotos, e com um estilo controverso, depois de colidir com o rival Damon Hill que poderia ter lhe roubado o título, tirando os dois pilotos da corrida com Hill ameaçando a ultrapassagem. 

Dois momentos na vida de Schumi, a decepção após a colisão com Hill, onde até então o título estava perdido, mas os dois pontos lhe trouxe novamente alegria, com a notícia da conquista do título. Comemoração após a conquista, sendo carregado por Briattore e equipe Benetton.

O Ano do Bi ( 1995 )... 

Em 95 foi mais um ano de maravilhas para dupla Schumacher - Benetton, que em seguida conquistam dois títulos mundiais sobre a poderosa Willians, até de certa forma com tranquilidade sobre seus adversários. Faz sua última temporada pela Benetton, onde se despede para tentar o tão sonhando título de Tri na Ferrari.